Tudo.ao.mesmo.tempo.agora

Review: Lost 6×05 – Lighthouse

Posted on: 24/02/2010


Minhas primeiras impressões depois de assistir o episódio desta semana intitulado “Lighthouse” foram:

 

  • Jack garantiu sete anos de azar por cada espelho que ele quebrou. E se eu não me engano foram três, então ele vai estar um tanto quanto desprovido de sorte nas próximas duas décadas.
  • Eu realmente adoro o Hurley. A quantidade de falas clássicas que ele teve neste episódio foi sensacional.
  • Papai Jack é um cara legal. Eu gosto dele.
  • O Jack quase me fez gostar dele de novo. Quase.
  • O tema do episódio foi espelhos e ficou ainda mais claro que uma realidade reflete a outra de alguma forma.
  • O segredo dos números foi revelado.
  • A Claire pirou na batatinha e é BFF do Fake Locke.

 

 

Mas enfim, e o episódio, né? Eu gostei. Não foi o melhor episódio do mundo – achei que o da semana passada foi melhor – mas para um episódio do Jack foi bem legal. E olha que eu não suporto o Jack e quero que ele morra o mais rápido possível, mas ele estava até agradável durante a maior parte do episódio.

 

Como de costume, três histórias diferentes foram contadas. Na ilha, Claire salva o Jin dos Outros e diz que ficou na floresta este tempo todo. Ela acaba capturando um dos Outros que estava se fingindo de morto e o interroga sobre o paradeiro de seu filho. A princípio eu fiquei confusa porque ela abandonou o pobre do Aaron e agora ela está achando que ele foi seqüestrado pelos Outros? Rosseau style total!

 

Mas aí o Jin vai e fala que a Kate é quem estava com o Aaron este tempo todo e que ela o levou embora da ilha. O que realmente não foi uma boa idéia, considerando que Crazy Claire realmente está louca de pedra. Ela mata o Outro que havia capturado e Jin diz que estava mentindo e que o Aaron realmente está no Templo e que ele pode ajudá-la a entrar lá.

 

Confuso, mas uma boa idéia porque Claire fala que se a Kate realmente tivesse levado o Aaron, ela a mataria. E considerando que a Kate está andando pela floresta procurando a Crazy Claire, é uma ótima idéia levar Rosseau versão 2.0 para bem longe da minha fugitiva preferida. Porque, ao contrário de muita gente, eu não quero que a Kate morra. Pronto, falei. Ah, e no final o Fake Locke aparece e a Crazy Claire o apresenta como o amigo dela.

 

Então, contabilizando os recrutas do Fake Locke: Claire, Sawyer e Sayid (talvez).

 

Em outra parte da ilha, Jacob encarrega o Hurley de levar o Jack a um farol dizendo que alguém está vindo para a ilha e o farol ligado vai ajudá-los a encontrá-la. E o detalhe mais importante é que o Jack tem que ir. Quando eles chegam lá, o farol é composto de espelhos e o Hurley, seguindo ordens do todo poderoso Jacob, tem que colocar os espelhos em 108º. Enquanto Hurley está girando os espelhos Jack vê algumas imagens neles e, quando olha para baixo, vê que cada grau está ligado a um nome. E o seu está ligado ao número 23 e quando o espelho está a 23º mostra a casa em que Jack cresceu.

 

Isso prova que o Jacob estava vigiando todos os candidatos desde crianças. Outro detalhe importante é que o nome da Kate está na lista e NÃO está riscado. E já que toda a temática do episódio – da temporada, né? – é espelho e reflexos, o número da Kate é 51, o reflexo exato do número do Sawyer. Pode não significar nada, mas que é legal é.

 

Aí dá a louca no Jack e ele quebra TUDO! E aí eu voltei a odiá-lo. Idiota. Depois, Jacob diz a Hurley que o Jack tem uma missão importante na ilha e ele precisava que o médico entendesse o quanto ele é importante.

 

Aliás, pra que não deus as caras em cinco temporadas, o Jacob está mega sociável agora, né não?

 

No flashsideways, o Jack continua sem encontrar o corpo do pai, mas isso não foi o foco deste episódio. O importante é que nesta nova realidade o Jack é papai. E de um adolescente. A história foi muito legal e o Jack foi tão agradável que eu quase virei fã de Papai Jack. David, seu filho, não o vê muito e eles não se dão muito bem. Mas no final das contas eles fazem as pazes e foi tão bonitinho.

 

Agora a pergunta que não quer calar é quem é a mãe do moleque. Eu estou apostando na Juliet. E vocês?

 

No geral, episódio muito bacana, com algumas respostas. Agora, a questão dos números só foi resolvida parcialmente pra mim. Tá, explicou porque cada um estava ligado a um número. Mas não explicou porque esses números eram importantes na escotilha. Ou porque são supostamente amaldiçoados. Será que eu estou pedindo demais?

Anúncios
Tags: , ,

2 Respostas to "Review: Lost 6×05 – Lighthouse"

Concordo que é bem provável que a mãe de David seja a Juliet, afinal ela já foi confirmada em ao menos mais um episódio da série, e o garoto me lembrou um pouco ela, apesar de também lembrar o Jack ( eu sei que tá confuso, mas foi minha impressão). E se fosse pra mãe dele ser a Sarah ( ex do Jack na linha de tempo original) acredito que não teria pq esconder o nome dela.

Eu acredito q é a Juliet sim….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog Tudo.ao.mesmo.tempo.agora

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Categorias

Mais Avaliados

Blog Stats

  • 29,733 hits
%d blogueiros gostam disto: