Tudo.ao.mesmo.tempo.agora

Review: Lost 6×03 – What Kate Does

Posted on: 11/02/2010


Para desespero de muitos fãs, o episódio desta semana de Lost foi focado na Kate. Para muitos, isto só pode significar desastre total. Normalmente, os episódios Kate-centrics concentram mais no desenvolvimento das personagens e na maioria das vezes no fatídico polígono amoroso que tanto aflige os fãs da série.

Por esta razão, a grande maioria já começou a assistir este episódio de cara feia, esperando que fosse ser horrível. Pessoalmente, eu achei que foi um episódio bastante sólido, mas somente um filler, ou seja, tapa buraco. Este tipo de episódio serve como uma ponte para os grandes episódios em que toda a ação acontece. Mas mesmo assim, não merece tanto desdém quanto eu tenho visto nos blogs e fóruns internet a fora.

Claro que, neste caso, eu não consigo ser imparcial, pois a Kate ainda é a minha personagem preferida, mesmo depois de todas as barbaridades que os produtores/roteiristas fizeram com a pobre. Fazê-la de ioiô entre o Jack e o Sawyer em todas as temporadas realmente já deu o que tinha que dar.

Por isso, acho que neste episódio a Kate deixou sua escolha bem óbvia ao ir atrás do Sawyer. Calma, antes de jogarem pedras na minha direção, deixa eu explicar. Primeiramente, o que eu vou falar é apenas a minha humilde opinião. Pois bem, durante quatro temporadas vimos a Kate brigar com o Sawyer e voltar pro Jack e vice-versa. Isso cansou. Transformou a personagem em uma pessoa frívola e irritante, na maioria das vezes. Daí na quinta temporada, outra pessoa tomou o lugar dos dois no coração dela. O Aaron. Quando ela se dispôs a criá-lo, acho que ele se tornou o centro do universo dela. Claro que ela nunca esqueceu nem o Jack nem o Sawyer, mas acho que fora da ilha ela ficou com o Jack por falta de opção, já que achava que nunca mais veria o Sawyer.

Daí ela volta pra ilha, encontra o Sawyer, atrapalha a vida dele com a Juliet – pois esta fica com ciúme – a bomba explode, Juliet morre e Sawyer fica arrasado. Ao ir atrás dele neste episódio, ela provou – para mim – que ela gosta mesmo dele. Tanto faz se eles vão acabar juntos ou não; a essa altura eu estou pouco me lixando para isso. Mas ali na cena em que eles sentam no píer, o triângulo acabou. Porque ela fez a sua escolha, mas agora quem não quer é ele. E no fim, acho que todos vão acabar sozinhos. Outra coisa que precisa ser comentada é a atuação do Josh Holloway. MEU DEUS, como eu sofri com ele. O cara tá dando um show!

Pois bem, agora que essa parte do triângulo já está comentada, vamos ao resto do episódio. A parte da realidade alternativa foi… legalzinha. Um tanto quanto bizarra, porque a Claire vira BFF da Kate mesmo depois de ter sido seqüestrada e ficado na mira de um revólver. Mas tudo bem, nós captamos a mensagem que eles queriam passar. Aparentemente todos os personagens vão se encontrar de alguma forma nesta realidade alternativa, pois é o destino deles. Já está escrito, portanto, mesmo que algumas circunstâncias sejam modificadas, o destino dá um jeitinho. Esta teoria ficou ainda mais óbvia quando o médico que atendeu a Claire no hospital foi ninguém menos que o Ethan.

De volta à ilha, Dogen (o líder japa dos Outros do Templo) e seu fiel escudeiro Lennon torturam o Sayid. Quando questionado por Jack, Dogen explica que eles estavam fazendo o diagnóstico e que Sayid está infectado. Por isso, pedem a Jack que dê uma pílula a ele, que mais tarde é revelado que era veneno e não um remédio para curar o iraquiano.

Dogen explica que Sayid foi tomado pela escuridão e que se esta chegar ao coração dele, ele nunca mais será o mesmo. Tá, não entendi e me confundiram mais ainda, mas tudo bem. Quando Jack pergunta como ele tem certeza que isso acontecerá, Dogen diz que foi isso que aconteceu com Claire. Agora a pergunta que não quer calar é: o Sayid foi tomado por quem? Ou pelo quê? Pelo Fake Locke? Pelo Jacob? Por alguma outra coisa que ainda não sabemos? O que vocês acham?

Enquanto isso, Kate e Jin foram atrás de Sawyer com outros dois Outros. Agora, eu vou te falar, eu ADORO Kate badass. Adoro mesmo! É sempre divertido vê-la dando porrada em homens com o dobro do tamanho dela. Jin se separa de Kate para tentar achar a Sun, mas acaba sendo capturado pelos Outros novamente. Quando o Outro malvado está prestes a puxar o gatilho, alguém atira nele. Três chances para adivinhar quem é!

Nossa querida Claire, num estilo Rosseau de ser, com rifle e tudo.

E com isso, fechamos o episódio desta semana. Mediano, mas não me decepcionou. Nota 8. Não podemos ter episódio fantásticos toda semana e acho que muitos fãs tem que começar a entender isso. Mas enfim…

Anúncios

9 Respostas to "Review: Lost 6×03 – What Kate Does"

nunca vi lost :S mais gostei do seu blog, vou voltar mais vezes, parabéns, e sucesso *-*

a velho, não vejo tantos problemas!! eu gosto da katie!! xD

comenta lá?

não tenho paciência pra Lost até pq me lembra muito aquele filme chato o Vôo da Phoenix

Oi Luciana, concordo em tudo sobre o que vc falou sobre o triangulo ter se encerrado ali no píer. Kate quer James, mas ele não quer mais ela…por enquanto, vamos torcer para o seu lado amargo e solitário não prevalecer até o final da série.
Josh Holloway: além de carismático e lindo, é bom ator! quem diria? tá dando um show!

É mais do que óbvio que a Kate gosta do Sawyer, ninguém em sã consciencia vai gostar do “pé no saco” que é o Jack! hahahahahahahaha….

Mas então…não quero que ninguém fique junto…só quero entender essa loucura toda! hahahaha

Beijos

e num é, cara? Não consigo entender essas jaters e o que elas vêem no Jack.

Não achei o episódio fraco, mas sim decepcionante. Embora foi interessante ver o novo desdobramento da união Kate-Aaron-Claire não foi bom para o episódio em si. Dou uma nota mediana mesmo, 5.

Essas cenas deram a impressão do arrasto da história. Algo terrível para quem está torcendo por resoluções.

Até a trama do Sayid, no fundo, é meio para enrolar.

Os pontos altos foram a grande atuação de Holloway, sempre um canastrão, e o retorno da Claire da ilha, com seu novo significado maléfico. 🙂

@netiteve

Desculpa, mas acho que vc não anda acompanhando Lost nesses últimos 6 anos,pq chamar o Josh Holloway de canastrão é um absurdo!!
o cara cresceu muito como ator e nunca foi canastrão, o personagem dele que mente e trapaceia e para isso se força uma certa canastrice que mtos confundem com outra coisa como no seu caso…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog Tudo.ao.mesmo.tempo.agora

Categorias

Mais Avaliados

Blog Stats

  • 28,927 hits
%d blogueiros gostam disto: